Concurso PC SP: editais para 2.939 vagas já estão prontos, segundo delegado

Índice do conteúdo

O concurso Polícia Civil SP (PC SP) será para o preenchimento de 2.939 vagas, em diversos cargos de nível superior. Até R$ 10,8 mil

Os editais do aguardado novo concurso Polícia Civil SP (PC SP) já estão prontos. A confirmação é do delegado-geral da corporação, Ruy Ferraz Fontes. Em entrevista concedida para a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP) ressaltou que a liberação depende apenas de um aval por parte do governo do estado, em decorrência da suspensão dos concursos em virtude da crise de saúde causada pela Covid-19. Desta forma, embora ainda não exista uma data definida, assim que houver um parecer positivo neste sentido, os documentos poderão ser liberados imediatamente. “Ainda que não haja contratação no ano de 2021, relacionada ao novo concurso, nós precisamos deixar ele pronto para, em 2022, contratar 2.750 policiais, além dos que já estão na academia. O nosso objetivo até 2023 é tentar trazer para os quadros da Polícia Civil pelo menos 8 mil policiais”, disse.

Em 21 de julho, o vice-governador do estado, Rodrigo Garcia, já havia afirmado que o reforço para a área de segurança pública será prioridade após o término da pandemia de Covid-19. A declaração ocorreu durante reunião virtual das comissões de administração pública e relações do trabalho e fiscalização e controle da Assembleia Legislativa (Alesp). “Neste momento, os concursos estão suspensos, seja da área civil ou da área militar, mas o governador João Doria já registrou que será prioridade na retomada pós-pandemia a questão do reforço na segurança pública”, disse.

O novo concurso PC SP está autorizado desde 4 de junho de 2019 e seus editais devem ser liberados assim que superada a crise de saúde. Desde 2014, em decorrência de decreto do então governador Geraldo Alckmin, as autorizações de concursos no estado contam com prazo de um ano para início das seleções. Porém, no caso da PC SP, este prazo está suspenso, desde 13 de abril, em decorrência do decreto 64.937, do governador João Doria, que dispõe medidas de redução de despesas com pessoal  durante a pandemia. O documento suspende temporariamente a realização de novos concursos e, consequentemente, a validade da autorização, que volta a contar após o término da crise.

Ao todo serão oferecidas 2.939 vagas, para diversos cargos, todos destinados a quem possui formação de nível superior, com remunerações iniciais de até R$ 10.849,71. Do total de postos,  1.600 são para o cargo de escrivão de polícia, 900 de investigador, 250 de delegado de polícia e 189 para médico legista.

Para as carreiras de investigador e escrivão, o inicial é de R$ 4.435,62, incluindo o salário básico de R$ 3.743,98 e o adicional de insalubridade de R$ 691,64. No caso de médico legista, o inicial é de R$ 8.977,30, considerando o salário de R$ 8.285,66 e o adicional. Por fim, para a carreira de delegado de polícia, o inicial é de R$ 10.849,71, considerando o inicial de R$ 9.888,07 e os R$ 691,64 do adicional.

Para o cargo de delegado, a comissão é presidida pela servidora Elisabete Ferreira Sato e conta, ainda, com os seguintes membros: José Aparecido Sanches Severo (vice-presidente), Eduardo Augusto Paglione, Fabiano Genofre, Márica Heloísa Mendonça Ruiz, Fernanda Herbella Maia e Ronaldo Augusto Comar Marão Sayeg, tendo como suplentes Antônio Carlos Cândido de Araújo e Maurício Correali

Para investigador, o presidente é Rui Baracat Guimarães Pereira, tendo como vice-presidente Luis Fernando Camargo de Cunha Lima. A comissão conta, ainda, com Luiz Eduardo Pascuim, José Vicente de Azevedo Pires Barreto Fonseca, Wlamir José dos Santos Presotto, Joaquim Dias  Alves e Ana Paula de Bem Bittencourt Ribeiro, tendo como suplentes Adriane Gonçalves e Ricardo Ambosio Fazzani Bina

Concurso Polícia Civil SP (PC SP): últimos editais

Os últimos editais de concurso Polícia Civil SP foram autorizados no final de 2017 pelo então governador Geraldo Alckmin. Ao todo foram 2.750 postos, sendo 800 de escrivão, 600 de investigador, 400 de agente policial, 300 de agente de telecomunicações, 250 de delegado, 200 de papiloscopista e 200 de auxiliar de papiloscopista. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Vunesp.

Os concursos da corporação costumam contar com cinco fases até a aprovação do candidato:

  1. prova objetiva
  2. prova escrita
  3. comprovação de idoneidade e investigação social
  4. prova oral
  5. análise de títulos.

Concurso Polícia Civil SP (PC SP)  – o que estudar

No caso de investigador, no último concurso Polícia Civil SP (PC SP), a prova objetiva foi composta de 100 questões, sendo 30 de língua portuguesa, 30 de noções de direito, 10 de noções de criminologia, 10 de noções de lógica, 10 de noções de informática e 10 de atualidades.

Resumo do Concurso Polícia Civil SP (PC SP) 2020

PC SP – Polícia Civil de São Paulo
Vagas: 2939
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Delegado, investigador, escrivão, Agente de Policia Civil
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 4435,00 Até R$ 10849,00
Estados com Vagas: SP

+ Agenda do Concurso

04/06/2019 Autorização do Concurso Adicionar no Google Agenda
31/12/2022 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Fonte: Jornal dos Concursos em 30/07

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

Destaques

Você também pode gostar

Scroll Up