Concurso PM DF: déficit de policiais chega a 46% do efetivo

Índice do conteúdo

“Não temos data definida, mas estamos trabalhando para a contratação de uma banca para um futuro concurso”, disse a corporação, sem detalhar os cargos, vagas e salários do concurso.

Polícia Militar do Distrito Federal pretende lançar um novo edital de concurso público (Concurso PM DF) em breve. Enquanto o edital não é divulgado, o déficit de policiais aumenta.

A corporação confirmou que conta atualmente apenas com 10.080 policiais, o que representa um déficit de aproximadamente 46% do efetivo total.

Acontece que, por lei, a PM-DF deverá ter um efetivo de 18.673 policiais em seu quadro de servidores. No entanto, a corporação confirmou que faltam um total de 8.593 profissionais e que esse quantitativo não deve ser preenchido em um único concurso. As informações foram passadas ao site Folha Dirigida.

O atual déficit da corporação é um dos menores efetivos dos últimos 10 anos. Em 2014, por exemplo, a PM tinha mais de 15 mil policiais na ativa. Veja o quantitativo de policiais dos últimos cinco anos:

2015 – 14.443 policiais;
2016 – 13.346 policiais;
2017 – 11.392 policiais;
2018 – 10.957 policiais; e
2019 – 10.811 policiais.

Novo concurso PM-DF

A corporação confirmou que já trabalha na escolha da banca organizadora do edital. As informações foram passadas ao site Folha Dirigida.

“Não temos data definida, mas estamos trabalhando para a contratação de uma banca para um futuro concurso”, disse a corporação, sem detalhar os cargos, vagas e salários do concurso.

“Para ajudar na contenção da redução do efetivo, o previsto é a realização de concurso público pela Administração”, concluiu a PM. Segundo a própria corporação, o ingresso de novos militares ajuda a oxigenar os quadros e a reduzir a idade média da tropa.

Em 2018, quando o último concurso PM DF foi aberto, a remuneração após o Curso de Formação de Praças – Soldado de 1ª classe foi fixado em R$ 5.245,41 (cinco mil, duzentos e quarenta e cinco reais e quarenta e um centavos), mais auxílio alimentação no valor de R$ 850,00 (oitocentos e cinquenta reais).

Os salários devem aumentar, uma vez que o Senado Federal, na terça-feira, 22, aprovou a Medida Provisória (MP) nº 971 que assegura o reajuste salarial para servidores da Segurança do Distrito Federal.

De acordo com o texto, a recomposição é fixada de 25% sobre a Vantagem Pecuniária Especial (VPE) para os policiais militares e bombeiros.

Orçamento

No Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para 2021, há uma reserva para preenchimento de 543 vagas na PM e 178 no Corpo de Bombeiros do Distrito Federal.

Questionada sobre esse quantitativo, a Polícia Militar esclareceu que será para convocação de aprovados no último concurso, de 2018.

“A PMDF informa que as 543 vagas são do último concurso. A previsão é para chamamento dos aprovados no último concurso realizado”, informou a Polícia Militar, por meio de sua Assessoria de Imprensa.

O último concurso PM DF, realizado em 2018, teve convocações de aprovados adiadas por conta da pandemia. Ainda não há uma previsão para que as aulas da nova turma sejam iniciadas.

Último concurso PM-DF abriu 2 mil vagas para Soldados

Em 2018, a PM-DF abriu edital de concurso para Soldado, com um total de 2 mil vagas para o cargo. Além disso, o edital trouxe mais 18 vagas para especialista em corneta e seis para clarineta, saxofone, trompa, trompete e trombone tenor/baixo. O concurso teve mais de 50 mil inscritos.

Os cargos exigem nível superior, idade entre 18 e 30 anos e Carteira de Habilitação na categoria B. Também era preciso ter altura mínima de 1m65 (homens) e 1m60 (mulheres).

O concurso contou com prova objetiva, redação, avaliação física, exames biométricos e avaliação médica, sindicância de vida pregressa, avaliação psicológica e curso de formação. Além disso, os músicos passaram por uma prova prática instrumental e contagem de títulos.

A prova objetiva foi composta de 60 (sessenta) questões, de múltipla escolha, com 5 (cinco) alternativas em cada questão, para escolha de 1 (uma) única resposta correta, e pontuação total variando entre o mínimo de 0,00 (zero) ponto e o máximo de 60,00 (sessenta) pontos, de acordo com os conteúdos programáticos definidos e o número de questões e os pesos definidos a seguir:

a) conhecimentos básicos: 30 (trinta) questões com peso 1 (um) para cada questão, sendo: 8 (oito) questões de Língua Portuguesa, 4 (quatro) questões de Língua Inglesa, 5 (cinco) questões de Matemática e Raciocínio Lógico, 4 (quatro) questões de Atualidades, 6 (seis) questões de Legislação Aplicável a Polícia Militar do Distrito Federal e 3 (três) questões de Criminologia; e

b) conhecimentos específicos: 30 (trinta) questões com peso 1 (um) para cada questão. 9.2 A prova objetiva será corrigida por meio de processamento eletrônico. 9.3 Serão considerados aprovados na prova objetiva os candidatos que acertarem o mínimo de 15 (quinze) questões de conhecimentos básicos e 15 (quinze) questões de conhecimentos específicos.

O candidato não poderá, sob pena de eliminação do certame, obter pontuação igual a 0 (zero) nas questões de Língua Portuguesa.

O Soldado deverá desempenhar atividade policial militar nas diversas tarefas atribuídas à PMDF, visando à preservação da ordem pública, e executar outros serviços previstos em leis, regulamentos e normas, conforme regulamentação do Comando da Corporação. O Policial Militar, na graduação de Soldado do Quadro de Praças Policiais Militares Combatentes – QPPMC, deverá executar atividades de policiamento ostensivo e quaisquer atividades correlacionadas à missão institucional, para as quais for designado.

 

Fonte: Notícias Concursos em 30/09/2020

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

Destaques

Você também pode gostar

Scroll Up