PF – Polícia Federal

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
INFORMAÇÕES
Instituição: Polícia Federal (Diário Oficial)
Banca examinadora: Cebraspe
Total de vagas:  1.500 vagas. (+500)
Remuneração inicial:  de até R$ 23.692,74
Nível: Superior
Data da prova: 231/05/2021 – provável 
Inscrições: 21/01 até 09/02

Cursos completos para a PF

Presenciais e On-line

Exibindo um único resultado

  • 2 x 1 - PRF e Policia Federal (Agente e Escrivão) - Curso online

    2 x 1 – PRF e Policia Federal (Agente e Escrivão) – Curso online

    R$ 776,00

    ou até 10x de R$ 77,60 sem juros

    Comprar

Sobre o concurso PF - Polícia Federal

SAIU O EDITAL DA POLÍCIA FEDERAL

Atenção, concurseiros e futuros Policiais Federais.

Concurso PF (Polícia Federal) é destinado a cargos com exigência de nível superior, com iniciais até R$ 23,6 mil. Inscrições começam dia 22.

Foram adiadas as provas objetivas do concurso PF 2021! Após rumores sobre uma possível suspensão, o Cebraspe divulgou nesta quinta-feira, 11, o documento oficial remarcando os exames da Polícia Federal.

De acordo com a publicação, agora, os candidatos serão avaliados no dia 23 de maio deste ano. Além disso, os locais de prova estarão disponíveis para consulta na data provável 14 de maio.

Com mais de 400 mil inscritos, a seleção aplicaria provas no dia 21 de março. O restante do cronograma será definido e divulgado em um momento oportuno.

A seleção contará com uma oferta de 1.500 vagas para preenchimento imediato, mas outros 500 aprovados deverão ser convocados posteriormente para o curso de formação, com o objetivo de completar as 2000 vagas anunciadas pelo presidente Jair Bolsonaro. Todas as oportunidades serão destinadas a candidatos que possuem formação de  nível superior, com remunerações iniciais de até R$ 23.692,73. As inscrições serão recebidas a partir do próximo dia 22 de janeiro, com atendimento até 9 de fevereiro.

A distribuição de vagas por cargos é a seguinte: agente (893 postos), delegado (123), escrivão (400) e papiloscopista (84).  As remunerações iniciais são de R$ 12.522,50 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 23.692,74 para delegado, todos com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

A distribuição de vagas, considerando reserva de vagas, será a seguinte: agente (669 para ampla concorrência, 179 para negros e 45 para portadores de deficiêcia), delegado (91 para ampla concorrência, 25 para negros e 7 para portadores de deficiência), escrivão (300, 80 e 20, respectivamente) e papiloscopista (62, 17 e 5)

Além da escolaridade, os interessados devem possuir carteira de habilitação a partir da categoria “B” e, no caso de delegado, pelo menos três anos de atividade policial ou jurídica.

Concurso PF (Polícia Federal):  veja como se inscrever

As inscrições do concurso PF poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrônica da banca organizadora,  o  Cebraspe. Para acessar a página, clique aqui

No primeiro dia de atendimento, as inscrições poderão ser feitas a partir das 10 horas, enquanto no último dia o acesso será permitido até às 18 horas. As taxas serão de R$ 180 para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista e R$ 250 para delegado, com pagamento da taxa podendo ser feito até o dia 3 de março.

Concurso PF (Polícia Federal):  saiba como serão as provas

A aplicação das provas objetivas e discursivas do concurso PF estão marcadas para ocorrer no dia 21  de março. Ao todo, o concurso contará com as seguintes fases: provas objetivas e discursivas, exames de aptidão física, avaliação médica, avaliação oral para o cargo de delegado, prova prática de digitação para o cargo de escrivão, análise de títulos para delegado, avaliação psicológica e curso de formação profissional

Para os cargos de papiloscopista, agente e escrivão, as provas objetivas e dissertativas terão duração de 4h30, realizadas no período da tarde. Somente para delegado, a parte objetiva terá duração de 3h30 no período da manhã e a dissertativa terá cinco horas de duração, no período da tarde.

Para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista, a prova objetiva contará com três blocos, com 60 questões no bloco I, 36 no II e 24 no III, além da prova dissertativa, com até 30 linhas. Para  delegado, a prova objetiva contará com 120 questões e a dissertativa, com três questões e uma peça profissional

Para delegado, as questões versarão sobre direito administrativo, direito constitucional, direito civil, direito processual civil, direito empresarial, direito internacional público e cooperação internacional, direito penal, direito processual penal, criminologia, direito previdenciário e direito financeiro e tributário.

Para agente de polícia, no bloco I, língua portuguesa, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal e processual penal, legislação especial, estatística e raciocínio lógico. No bloco II, informática e no bloco III, contabilidade geral.

Para escrivão, no bloco I, língua portuguesa, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal e processual penal, legislação especial,  estatística e raciocínio lógico. No bloco II, informática e no bloco III, contabilidade geral e arquivologia.

Para papiloscopista, no bloco I, língua portuguesa, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal e processual penal, legislação especial, estatística e raciocínio lógico. No bloco II, informática e no bloco III, biologia, física e química.

Sobre Cebraspe – Cespe UNB

O Cespe/UnB (Centro de Seleção e de Promoção de Eventos) – atualmente Cebraspe – é uma instituição de educação, especializada na realização de avaliações, seleções, certificações e pesquisas e fundada na década de 70, originalmente com a finalidade de elaborar apenas o vestibular da Universidade de Brasília (UnB), e que, depois, acabou migrando para a preparação de concursos públicos.

O Cebraspe planeja, elabora, aplica e corrige provas objetivas e dissertativas, além de outros tipos de exames necessários ao provimento de cargos públicos (provas práticas, testes físicos e psicológicos). Também oferece reserva de cotas para negros nos processos seletivos – atendendo a determinações legais – e perícia médica para confirmação da reserva de vagas a candidatos com deficiência.

Hoje bastante presente em concursos de todo o país, o Cespe/UnB é uma banca muitas vezes temida pelos concurseiros. Primeiro, porque possui um estilo quase exclusivo de questão, que é o de “Certo ou Errado” – embora a organizadora utilize-se também de questões de múltipla escolha, principalmente em concursos para tribunais eleitorais. O estilo de prova “Certo ou Errado” do Cespe/UnB exige muito cuidado, porque cada resposta errada anula uma correta.

Segundo informações da própria organizadora, o procedimento de avaliação é justificável em um processo seletivo que visa selecionar o candidato com melhor capacidade de analisar, interpretar e responder a partir do que aprendeu, descartando o “chute” ou a possibilidade de aprovação ao acaso.

Saiba como se preparar para provas do Cespe/UnB

Resumo do Concurso PF (Polícia Federal)

PF – Polícia Federal
Vagas: 1500
Taxa de inscrição: De R$ 180,00 Até R$ 250,00
Cargos: Delegado, escrivão, Papiloscopista, Agente Policial
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 12522,00 Até R$ 23692,00
Organizadora: Cebraspe
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

Agenda do Concurso

22/01/2021 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
09/02/2021 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
21/03/2021 Prova Adicionar no Google Agenda

Requisitos para ingressar na Polícia Federal

⦁ Para se candidatar ao concurso PF é necessário:

⦁ Ter pelo menos 18 anos completos na data de matrícula no Curso de Formação Profissional (não há idade máxima);

⦁ Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa;

⦁ Estar em dia com as obrigações eleitorais;

⦁ Possuir a escolaridade e a formação exigidas para o exercício do cargo (cada carreira tem seu próprio pré-requisito);

⦁ Estar quite com as obrigações militares (somente candidato do sexo masculino);

⦁ Possuir carteira de identidade civil e carteira nacional de habilitação, categoria “B”, no mínimo;

⦁ Não ter sido eliminado na investigação social;

⦁ Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo;

⦁ Para o cargo de delegado, são necessários três anos de atividade jurídica ou policial.

Entenda como é a carreira na Polícia Federal e o que fazer para chegar lá!

Os bons salários e a estabilidade profissional fazem com que a carreira na Polícia Federal seja uma dos mais interessantes – e desejadas – do país!

Se pretende fazer parte de uma das instituições públicas mais bem conceituadas do Brasil, precisa ficar de antena ligada nos concursos para admissão de novos policiais federais.

E quem pensa que a PF contrata novos funcionários apenas para exercer funções policiais, vai ser animar com a notícia que é possível entrar e seguir a carreira que você mais ama, como Psicologia, Jornalismo, Arquitetura, Engenharia e muito mais!

O que faz um policial federal?

Os policiais federais desempenham uma função importantíssima no Brasil. Eles lidam com tudo o que é de interesse da ordem pública federal. Isso envolve desde a investigação de crimes contra a União (veja, por exemplo, a Operação Lava Jato) até a simples emissão de passaportes.

Veja algumas outras atribuições da PF:

⦁ Fiscalização de fronteiras internacionais aéreas, fluviais e terrestres. 

⦁ Combate ao contrabando.

⦁ Combate ao terrorismo.

⦁ Combate a crimes cibernéticos e pedofilia.

⦁ Investigação de infrações penais que prejudiquem a ordem social e política do Brasil.

⦁ Apuração de crimes que envolvam o Brasil e outro país.

⦁ Repressão do tráfico de drogas ilícitas no território nacional.

⦁ Combate ao desvio de dinheiro público.

⦁ Combate a crimes contra patrimônio histórico e contra o meio ambiente.

⦁ Investigação de violações dos Direitos Humanos

Na Polícia Federal você pode optar por seguir carreira na área policial ou administrativa.

Na policial existem cinco funções principais, sendo elas:

⦁ Delegados de Polícia Federal – Essa função é exclusiva dos formados em Direito com pelo menos três anos comprovados de atividade jurídica ou policial. Eles têm a missão de instaurar investigações policiais, planejar, comandar e orientar operações, executar missões sigilosas, etc. É um dos cargos mais altos e mais bem remunerados da PF.

Agente de Polícia Federal – é aquele que participa de investigações e operações policiais na prevenção e combate a crimes. Essa função pode ser desempenhada por profissionais de nível superior em geral, independente do curso.

Escrivão de Polícia Federal – É quem cuida de todas as formalidades processuais (termos, autos e mandados) e procedimentos policiais de investigação. O cargo pode ser ocupado por profissionais formados em qualquer curso de nível superior.

⦁ Perito criminal federal – Realiza exames periciais em locais de crime, faz pesquisas criminais, coleta dados, etc. Os peritos podem ser escolhidos por áreas, dependendo da necessidade da PF para aquele momento. Tem perito formado em Economia, Ciências Contábeis, Engenharia, Informática, Geologia, Agronomia, Química, Ciências Biológicas etc.

Papiloscopista – O papiloscopista é quem cuida de identificar pessoas por meio das impressões digitais (as “papilas dérmicas”) presentes na palma das mãos e na sola dos pés. Ele faz coleta, análise, classificação e pesquisa desse tipo de material. A função é aberta a todos os profissionais com nível superior.

A PF, por ser uma grande instituição nacional, precisa também de outros profissionais para atuar em área administrativa.

É por isso que há uma imensidão de profissões que podem garantir lugar numa das instituições mais respeitadas do país.

Conheça alguns profissionais que a PF também contrata:

⦁ Administradores

⦁ Arquitetos

⦁ Arquivistas

⦁ Assistentes sociais

⦁ Bibliotecários

⦁ Contadores

⦁ Enfermeiros

⦁ Engenheiros (diversas especialidades)

⦁ Estatísticos

⦁ Farmacêuticos

⦁ Médicos

⦁ Veterinários

⦁ Nutricionistas

⦁ Dentistas

⦁ Psicólogos

⦁ Técnicos em assuntos culturais

⦁ Profissionais da área de educação, como sociólogos, filósofos, pedagogos, etc.

⦁ Jornalistas

⦁ Relações Públicas

Se quer ser policial federal precisa estar disposto a talvez mudar de cidade. Muitos dos profissionais podem atuar na sede, localizada em Brasília, enquanto outra parte do efetivo é alocado em superintendências regionais, delegacias e postos avançados por todo o território nacional – inclusive nas fronteiras mais longínquas que você possa imaginar.

Como entrar na Polícia Federal?

Para entrar na Polícia Federal é preciso, por lei, encarar um concurso público.

Os concursos abrem com certa frequência, porém é preciso acumular uma certa demanda por profissionais para gerar novas contratações.

Sendo assim, se esta é a carreira que pretende seguir PREPARE-SE.

Para todos os cargos, os aprovados devem possuir carteira de habilitação a partir da categoria B.

As provas são aplicadas em todo o Brasil.

Normalmente, o cargo da PF com maior oferta de vagas é o de agente, seguido da área administrativa, escrivães e papiloscopistas enquanto o cargo de delegado conta com um número menor de oportunidades.

Os salários altos e possibilidade de subir na carreira fazem a concorrência por uma vaga ser consideravelmente alta.

Quando foi o ultimo concurso da Polícia Federal?

No ano de 2018 e a relação de candidatos por vagas foi a seguinte:

⦁ Perito: 358 candidatos/vaga

⦁ Delegado: 310 candidatos/vaga

⦁ Escrivão: 238 candidatos/vaga

⦁ Agente: 160 candidatos/vaga

O concurso, em regra, é composto por provas objetivas e discursivas, testes de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica e análise de currículo acadêmico. Em alguns casos ainda há uma prova oral.

Quanto ganha um profissional da Polícia Federal?

Os salários da PF são de encher os olhos. Conheça a média para os cargos mais comuns:

⦁ Agente e escrivão: R$ 12 mil

⦁ Perito e delegado: R$ 22 mil

Esses salários correspondem apenas à remuneração básica e aumentam constantemente.

A Policia Federal conta com um intrincado sistema de categorias profissionais, que leva em conta o tempo de serviço e a formação dos policiais.

Com isso, agentes ou escrivães podem receber salários próximos de R$ 15 mil, enquanto delegados e peritos podem chegar a quase R$ 30 mil.

Posso trabalhar na PF sem ter curso superior?

Pode, mas o ingresso também ocorre por meio de concurso público. Estamos falando dos cargos de agentes administrativos da PF, que exigem apenas nível médio de escolaridade.

Esses profissionais lidam com atividades administrativas em geral. Veja algumas áreas onde é possível trabalhar:

⦁ Comunicação Social

⦁ Telecomunicações e Eletricidade

⦁ Assuntos educacionais

⦁ Auxiliar de Enfermagem

⦁ Desenho

⦁ Operação de computadores

⦁ Programação

⦁ Contabilidade

Lembre-se que os profissionais de nível médio não podem ser considerados policiais federais. Os salários também são inferiores!

O PROCESSUS CONCURSOS deseja a você ótimos estudos e se coloca a disposição para te ajudar a trilhar o caminho da Aprovação!
 
Palavras relacionadas: além disso concurso da polícia federal delegados de polícia federal cargo de delegado agente escrivão e papiloscopista 2.508 vagas vale lembrar prova discursiva justiça e segurança pública agente de polícia federal concursos públicos nível superior mil vagas segurança pública andré mendonça ministro da justiça ministério da justiça perito criminal federal escrivão de polícia federal carreira administrativa 2.000 vagas

Receba nossas novidades...

Cadastre seu melhor e-mail e vamos informar sobre as melhores novidades no mundo dos concursos públicos.