Concurso PF: edital pode ter até 2.508 vagas. Veja possível distribuição

Novo concurso PF (Polícia Federal), confirmado por Bolsonaro e pelo ministro André Mendonça, deve superar a oferta inicialmente solicitada de 1.508 vagas para níveis médio e superior. Iniciais de até R$ 7,8 mil

O aguardado concurso PF (Polícia Federal), anunciado na última sexta-feira, 31 de julho, pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, e confirmado no domingo, dia 2, pelo presidente Jair Bolsonaro, pode contar com uma oferta de 2.508 vagas, de acordo com fontes extra-oficiais ligadas ao órgão. O total supera o quantitativo anunciado pelo ministro, que era de aproximadamente 2.000 postos, e também o total do pedido encaminhado em maio ao Ministério da Economia, que era de 1.508.

Na sexta-feira, em entrevista ao programa “Nos pingos dos is”, Mendonça disse que se reuniu  com o presidente e o ministro da Economia, Paulo Guedes, que deram aval para o novo certame.

A expectativa é de que a seleção seja para o preenchimento de vagas para quem possui  ensino médio  e nível superior, com remunerações iniciais que variam de R$ 4.746,16 a R$ 7.841,95, com jornada de trabalho de 40 horas semanais

De acordo com as últimas informações, a distribuição das eventuais 2.508 vagas pode ocorrer pelos cargos da seguinte forma: agente (1016), delegado (300), escrivão (600),  papiloscopista (84) e agente administrativo (508). Porém, esta distribuição ainda não pode ser considerada oficial

No pedido inicial, com 1.508 postos, constam alguns cargos não indicados na nova distribuição. Os quantitativos são os seguintes: agente de polícia (540), escrivão (300), delegado (100),  agente administrativo (349), papiloscopista (61), administrador (21),  arquivista (8), assistente social (10), bibliotecário (1), contador (9),  economista (3), enfermeira (3), engenheiro (1), estatístico (4), farmacêutico (1), médico (65), nutricionista (1), odontólogo (11), psicólogo (5), técnico em assuntos educacionais (13) e técnico em comunicação social (3).

O cronograma inicial previa a autorização do concurso em maio. Porém, acabou não se concretizando em decorrência de uma mudança administrativa em relação a cargos comissionados.Com a aprovação da MP 918/2020 pelo Senado Federal, em 25 de maio, a expectativa é de que agora os esforços sejam para agilizar a nova seleção. De acordo com esse cronograma, a previsão é de que sejam publicados dois editais, em 5 de outubro e 22 de novembro, datas ainda não totalmente descartadas.

Concurso PF: Cargos solicitados

No pedido de liberação de verbas do concurso PF (Polícia Federal), para os cargos já definidos da área administrativa, o destaque é para a carreira de agente administrativo, que pede apenas ensino médio e conta com remuneração inicial de R$ 4.746,16, incluindo 2.279,16 de salário básico e R$ 2.467 de gratificação de desempenho de atividade de apoio técnico administrativo.

Para os médicos, o inicial é de R$ 7.841,95, incluindo o salário básico de R$ 4.804,95 e a gratificação, no valor de R$ 3.037.

Para os cargos de nível superior, iniciais de R$ R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado.

Independência do concurso PF

Vale lembrar que, de acordo com o decreto 9.739, de 28 de março de 2019, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, a PF (Polícia Federal) não precisa de autorização do Ministério da Justiça para realizar um novo concurso público.

No caso da PF, a liberação de novos concursos fica sob a responsabilidade do diretor-geral do órgão, podendo ocorrer sempre que a necessidade atingir 5% do quadro de pessoal ou em caso de menor percentual, de acordo com determinação do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Último concurso PF (Polícia Federal)

Iniciado em 2018, o concurso PF anterior contou com uma oferta de 500 vagas, sendo 150 para delegado, 60 para perito criminal, 80 para escrivão, 30 para papiloscopista e 180 para agente. Ao todo, a seleção registrou 147.744 inscritos. Para todos os cargos é exigida formação de nível superior, com iniciais de R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado e perito. Recentemente foi autorizado pelo Governo, a contratação de 1.000 aprovados no último concurso Polícia Federal, com a expectativa de aproveitamento de todos os aprovados.

No ano de 2013, outro concurso da Polícia Federal foi realizado e ofereceu 566 vagas, sendo 534 para agente administrativo, com opções em todos os estados. Para nível superior, as oportunidades foram para o Distrito Federal. A banca organizadora foi o Cespe e a prova objetiva contou com 120 itens para todos os cargos, sendo 50 sobre conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva para os cargos de nível superior.

Para agente administrativo, a parte de conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional.

Para os cargos de nível superior, a parte de conhecimentos básicos versou sobre língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, noções de direito administrativo e noções de direito constituicional

Prova anterior Polícia Federal

Para auxiliar na preparação dos candidatos, o JC Concursos reuniu provas anteriores da Polícia Federal, além dos gabaritos para consulta das questões aplicadas, realizadas pelas Cespe/Cebraspe. É importante avaliar se a organizadora será a mesma para o novo concurso Polícia Federal, direcionando a preparação para o estilo da banca.

Para quem possui nível superior, o pedido para o concurso PF é para 18 vagas de administrador, 8 de arquivista, 14 de assistente social, 9 de contador, 2 de enfermeiro, 1 de farmacêutico, 62 de médico e 9 de psicólogo.

Para todos estes cargos, exceto médico, a remuneração é de R$ 5.776,47, incluindo salário básico de R$ 2.402,74 e gratificação de atividade de apoio técnico administrativo de R$ 3.374.

 

Resumo do Concurso PF (Polícia Federal)

PF – Polícia Federal
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Delegado, escrivão, Perito, Agente Policial
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário:
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

Fonte: Jornal dos Concursos em 04/08

Concursos PF e PRF 2021: ‘autorizações simultaneamente’, diz diretor Hott

Para o diretor executivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF), José Hott, o aval de ambos os concursos (PF e PRF) podem sair simultaneamente.

Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal trabalham pela abertura de seus novos editais de concursos públicos. No que depender de seus diretores e representantes, as corporações abrirão novos editais o quanto antes. Para isso, são aguardadas as autorizações dos concursos.

Para o diretor executivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF), José Hott, o aval de ambos os concursos (PF e PRF) podem sair simultaneamente.

No entanto, vale destacar, que essa é apenas uma aposta do diretor. A declaração dele foi dada para um de seus seguidores por meio de sua conta pessoal do Instagram – quando um candidato questionou qual concurso seria divulgado primeiro.

De acordo com Hott, ‘não há uma corrida’ para saber quem chega primeiro, e que aposta nas duas autorizações juntas. “PF e PRF fortes” disse o diretor.

As autorizações de concursos da PF e PRF de forma simultânea não seria uma novidade. No último aval em 2018, por exemplo, o então ministro Raul Jungmann anunciou o recebimento de duas autorizações para concursos PF e PRF.

Concurso PF para 2 mil vagas

No último domingo, 02 de agosto, o presidente da República, Jair Bolsonaro, confirmou o novo edital de concurso público (Concurso Polícia Federal) para o preenchimento de mais de 2 mil vagas e o chamamento de mais 600 policiais ainda este ano. A declaração foi feita por meio de seu Instagram.

“No corrente ano a Polícia Federal contará com mais 600 profissionais, bem como o novo Ministro da Justiça anunciou novo concurso para mais 2.000 vagas”, disse o presidente em seu perfil.

A novidade já havia sido confirmada na última sexta-feira (31) pelo ministro da Justiça, André Mendonça. Em entrevista ao programa “Os pingos nos is”, da Jovem Pan FM, o ministro disse que em reunião conjunta com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia Paulo Guedes, foi confirmado um novo concurso da Polícia Federal.

“Estamos preparando os trâmites internos para abrirmos um concurso com cerca de 2 mil vagas para a PF. Nós vamos ter o maior efetivo da história da Polícia Federal”, revelou Mendonça.

Os cargos que serão ofertados no próximo concurso da Polícia Federal ainda não foram revelados. Tudo indica que o edital abrirá vagas para os mesmos cargos da solicitação feita no início deste ano pela PF. Caso isso ocorra, o edital vai trazer vagas para níveis médio e superior.

Veja os cargos que foram solicitados pela PF:

  • Delegado – 100 vagas
  • Agente – 540 vagas
  • Escrivão – 300 vagas
  • Papiloscopista – 60 vagas
  • Administrador – 21 vagas
  • Arquivista – 08 vagas
  • Assistente social – 10 vagas
  • Bibliotecário – 01 vaga
  • Contador – 09 vagas
  • Economista – 03 vagas
  • Enfermeiro – 03 vagas
  • Engenheiro – 01 vaga
  • Estatístico – 04 vagas
  • Farmacêutico – 01 vaga
  • Médico – 65 vagas
  • Nutricionista – 01 vaga
  • Odontólogo – 11 vagas
  • Psicólogo – 05 vagas
  • Técnico em assuntos educacionais – 13 vagas
  • Técnico em comunicação social – 03 vagas
  • Agente administrativo – 349 vagas

Concurso PRF prevê autorização em 2021

No último sábado, 25 de julho, o diretor-executivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF), José Lopes Hott Júnior, falou sobre o próximo concurso público da corporação durante uma live em seu perfil no Instagram.

De acordo com o diretor, a programação para o novo concurso da PRF 2021 prevê que o edital seja autorizado e lançado até 2021. Tudo isso para que os provimentos aconteçam a partir de 2022, ano previsto para serem realizados dois cursos de formação na Universidade da Polícia Rodoviária Federal (UniPRF).

A Polícia Rodoviária Federal tem expectativa de abrir 2.634 vagas a nível nacional. De acordo com o diretor-executivo, as declarações do presidente Jair Bolsonaro, na última sexta, 24 de julho, prevendo novas formações de PRFs em 2022, estão de acordo com o que a corporação propôs ao Ministério da Economia quando solicitou o seu concurso público.

“Quando apresentamos esse pedido de concurso ao Ministério da Economia, nós apresentamos também um cronograma. Esse cronograma envolve algo próximo entre 450 e 500 dias a depender da época do ano em que se autorize. Considerando a primeira turma do novo concurso em janeiro de 2022, a gente começa a fazer uma contagem regressiva para entender quando é que teríamos que soltar o edital. Claro que isso depende de autorização do Governo Federal.”

Polícia Rodoviária Federal trabalha para abrir um novo edital de concurso público (Concurso PRF 2021) em breve. Após confirmar o envio de 2.634 vagas para o cargo de Policial Rodoviário, foi anunciado no dia 17 de junho que a solicitação também conta com mais 138 vagas para carreira de agente administrativo, totalizando 2.772 vagas.

No cargo de Agente Administrativo, o requisito é de nível médio. O cargo tem salário inicial de R$ 4.270,77, já incluindo o auxílio-alimentação, também com 40 horas semanais.

Os salários oferecidos pela PRF chegam a R$10.357,88 para nível superior e R$4.022,77 para nível médio.

Para ingresso na carreira de Policial Rodoviário Federal, é necessário nível superior (em qualquer área) e carteira nacional de habilitação (CNH) na categoria ”B”. Os candidatos devem ser avaliados por prova objetiva de conhecimentos específicos, prova discursiva, exame de capacidade física, avaliação de saúde, avaliação psicológica, investigação social, avaliação de títulos e curso de formação profissional.

 

Fonte: Noticias Concursos em 04/08

Bolsonaro confirma fala do ministro de concurso PF para 2 mil vagas

Após o ministro da Justiça e Segurança Pública ter anunciado edital com 2 mil vagas, o presidente confirmou a informação vias redes sociais.

Um novo concurso PF voltou a ganhar cada vez mais força durante o último final de semana. Isso porque o ministro André Mendonça anunciou um próximo edital com 2 mil vagas. E no domingo, 2, o presidente da RepúblicaJair Bolsonaro, confirmou a informação.

Por meio das redes sociais, Bolsonaro divulgou algumas das medidas para combate à corrupção e cita a realização do concurso. Ele relembra que a seleção foi anunciada pelo ministro da Justiça e da Segurança Pública, confirmando o quantitativo: ‘para mais de 2 mil vagas’, diz o presidente.

A publicação do presidente foi feitas por meio do Facebook, Instagram e, também, pelo Twitter.

Na sexta-feira, 31, André Mendonça concedeu entrevista ao Programa Pingo nos Is, da Jovem Pan, e disse que já aconteceu uma reunião para tratar desse novo concurso. O encontro do chefe da pasta foi com o presidente Jair Bolsonaro e com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Esse encontro dos três para tratar sobre o concurso dá a entender que um aval deve ser divulgado o quanto antes. Isso porque é o Ministério da Economia que concede o aval de concurso aos órgãos federais.

“A partir de uma reunião que tivemos esta semana com o presidente da República e o ministro Paulo Guedes, nós estamos preparando os trâmites internos para abrirmos um concurso com cerca de 2 mil vagas para a Polícia Federal. Nós vamos ter o maior efetivo da história da Polícia Federal, justamente para o combate da criminalidade organizada”, afirmou.

Concurso PF tem pedido confirmado para 1,5 mil vagas

Embora o ministro e o presidente tenham citado um edital para 2 mil vagas (ou mais de 2 mil), o pedido de concurso enviado ao Ministério da Economia foi para 1.508 vagas. Desse quantitativo, a maior parte é para área policial, mas também contempla a administrativa.

Na policial, no entanto, dos cinco cargos apenas quatro foram lembrados, sendo eles:

Área Policial:

  • Delegado – 100 vagas
  • Agente – 540 vagas
  • Escrivão – 300 vagas
  • Papiloscopista – 60 vagas

Área Administrativa:

  • Administrador – 21 vagas
  • Arquivista – oito vagas
  • Assistente social – 10 vagas
  • Bibliotecário – uma vaga
  • Contador – nove vagas
  • Economista – três vagas
  • Enfermeiro – três vagas
  • Engenheiro – uma vaga
  • Estatístico – quatro vagas
  • Farmacêutico – uma vaga
  • Médico – 65 vagas
  • Nutricionista – uma vaga
  • Odontólogo – 11 vagas
  • Psicólogo – cinco vagas
  • Técnico em assuntos educacionais – 13 vagas
  • Técnico em comunicação social – três vagas
  • Agente administrativo – 349 vagas

Vale destacar que é possível, sim, que o Governo Federal conceda à Polícia Federal uma autorização maior da que prevista na solicitação, já que o ministro André Mendonça fala em 2 mil vagas. Ao que tudo indica, esse quantitativo de 2 mil vagas é apenas para a área policial.

Entretanto, circula nas redes sociais a possibilidade de ambos os concursos serem autorizados. O quantitativo que o governo avalia necessário para o da área de apoio, no entanto, ainda não foi revelado. Vale lembrar que o Governo Federal vem investindo nesse setor da PF e da PRF.

O que precisa ter para concorrer no próximo concurso PF?

Carreira Requisitos Remuneração 
Agente Nível superior em qualquer + CNH R$12.441,26
Escrivão Nível superior em qualquer + CNH R$12.441,26
Papiloscopista Nível superior em qualquer + CNH R$12.441,26
Delegado Nível superior em Direito, experiência de três anos + CNH R$23.130,48
Plano Especial de Cargos da PF  Nível superior em várias áreas R$5.559,67
Agente administrativo Nível médio completo R$4.710,76

Concurso PF: último edital é de 2018, com cinco cargos

O último edital de concurso da Polícia Federal para a área Policial foi publicado em 2018, com oferta de 500 vagas. Essa foi a demanda autorizada pela Economia naquela época, mesmo quantitativo que foi autorizado para a PRF.

O documento oficial com todas as regras foi publicado em junho de 2018, há exatos dois anos. O organizador foi o Cebraspe (antigo Cespe/UnB).

O edital anterior contemplou a cinco cargos, sendo eles o agente, escrivão, delegado, perito e papiloscopista, todos com exigência de nível superior. Para o perito e delegado, são exigidos cursos específicos. O perito, no entanto, ficou de fora no pedido de 2020.

As inscrições foram recebidas de 19 de junho até 2 de julho, pela internet. As taxas eram de R$180 para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista e R$250 para delegado.

Os participantes foram avaliados por meio de diversas etapas de seleção, sendo elas:

  • Prova objetiva;
  • Prova discursiva;
  • Exame de aptidão física;
  • Prova oral (somente delegado);
  • Avaliação médica;
  • Avaliação psicológica;
  • Avaliação de títulos (somente delegado e perito);
  • Prova prática de digitação (somente escrivão).
  • Investigação social;
  • Curso de formação.

Fonte: Folha Dirigida em 03/08

Concurso PF: Urgente !! Ministro da justiça anuncia novo edital para 2.000 vagas

Novo concurso PF (Polícia Federal) deve superar a oferta inicialmente solicitada de 1.508 vagas para níveis médio e superior. Iniciais de até R$ 7,8 mil

O ministro da  justiça e segurança pública, André Mendonça, confirmou, na noite desta sexta-feira, 31 de julho, que o aguardado concurso PF (Polícia Federal) já está em elaboração e deve contar com uma oferta de 2.000 vagas, número ainda superior ao total de 1.508 solicitado pela corporação ao Ministério da Economia. A confirmação ocorreu durante entrevista ao progama “Os pingos dos is” da rádio Jovem Pan. Segundo ele, se reuniu nesta semana com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, que deram aval para o novo certame. “A partir de uma reunião que tivemos esta semana com o presidente da república e o ministro Paulo Guedes, nós estamos preparando os trâmites internos para abrirmos um concurso com cerca de 2 mil vagas para a Polícia Federal. Nós vamos ter o maior efetivo da história da Polícia Federal, justamente para o combate da criminalidade organizada”, disse.

A expectativa é de que a seleção seja para o preenchimento de vagas para quem possui  ensino médio  e nível superior, com remunerações iniciais que variam de R$ 4.746,16 a R$ 7.841,95, com jornada de trabalho de 40 horas semanais

A distribuição das 1508 vagas inicialmente solicitadas por cargos é a seguinte: agente de polícia (540), escrivão (300), delegado (100),  agente administrativo (349), papiloscopista (61), administrador (21),  arquivista (8), assistente social (10), bibliotecário (1), contador (9),  economista (3), enfermeira (3), engenheiro (1), estatístico (4), farmacêutico (1), médico (65), nutricionista (1), odontólogo (11), psicólogo (5), técnico em assuntos educacionais (13) e técnico em comunicação social (3).

O cronograma inicial previa a autorização do concurso em maio. Porém, acabou não se concretizando em decorrência de uma mudança administrativa em relação a cargos comissionados.Com a aprovação da MP 918/2020 pelo Senado Federal, em 25 de maio, a expectativa é de que agora os esforços sejam para agilizar a nova seleção. De acordo com esse cronograma, a previsão é de que sejam publicados dois editais, em 5 de outubro e 22 de novembro, datas ainda não totalmente descartadas.

Concurso PF: Cargos solicitados

No pedido de liberação de verbas do concurso PF (Polícia Federal), para os cargos já definidos da área administrativa, o destaque é para a carreira de agente administrativo, que pede apenas ensino médio e conta com remuneração inicial de R$ 4.746,16, incluindo 2.279,16 de salário básico e R$ 2.467 de gratificação de desempenho de atividade de apoio técnico administrativo.

Para os médicos, o inicial é de R$ 7.841,95, incluindo o salário básico de R$ 4.804,95 e a gratificação, no valor de R$ 3.037.

Para os cargos de nível superior, iniciais de R$ R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado.

Independência do concurso PF

Vale lembrar que, de acordo com o decreto 9.739, de 28 de março de 2019, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, a PF (Polícia Federal) não precisa de autorização do Ministério da Justiça para realizar um novo concurso público.

No caso da PF, a liberação de novos concursos fica sob a responsabilidade do diretor-geral do órgão, podendo ocorrer sempre que a necessidade atingir 5% do quadro de pessoal ou em caso de menor percentual, de acordo com determinação do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Último concurso PF (Polícia Federal)

Iniciado em 2018, o concurso PF anterior contou com uma oferta de 500 vagas, sendo 150 para delegado, 60 para perito criminal, 80 para escrivão, 30 para papiloscopista e 180 para agente. Ao todo, a seleção registrou 147.744 inscritos. Para todos os cargos é exigida formação de nível superior, com iniciais de R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado e perito. Recentemente foi autorizado pelo Governo, a contratação de 1.000 aprovados no último concurso Polícia Federal, com a expectativa de aproveitamento de todos os aprovados.

No ano de 2013, outro concurso da Polícia Federal foi realizado e ofereceu 566 vagas, sendo 534 para agente administrativo, com opções em todos os estados. Para nível superior, as oportunidades foram para o Distrito Federal. A banca organizadora foi o Cespe e a prova objetiva contou com 120 itens para todos os cargos, sendo 50 sobre conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva para os cargos de nível superior.

Para agente administrativo, a parte de conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional.

Para os cargos de nível superior, a parte de conhecimentos básicos versou sobre língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, noções de direito administrativo e noções de direito constituicional

Prova anterior Polícia Federal

Para auxiliar na preparação dos candidatos, o JC Concursos reuniu provas anteriores da Polícia Federal, além dos gabaritos para consulta das questões aplicadas, realizadas pelas Cespe/Cebraspe. É importante avaliar se a organizadora será a mesma para o novo concurso Polícia Federal, direcionando a preparação para o estilo da banca.

+ O JC Concursos fará o acompanhamento completo deste novo concurso PF (Polícia Federal), diretamente em contato com os órgãos responsáveis pela autorização e publicação do edital.

Para quem possui nível superior, o pedido para o concurso PF é para 18 vagas de administrador, 8 de arquivista, 14 de assistente social, 9 de contador, 2 de enfermeiro, 1 de farmacêutico, 62 de médico e 9 de psicólogo.

Para todos estes cargos, exceto médico, a remuneração é de R$ 5.776,47, incluindo salário básico de R$ 2.402,74 e gratificação de atividade de apoio técnico administrativo de R$ 3.374.

Resumo do Concurso PF (Polícia Federal)

PF – Polícia Federal
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Delegado, escrivão, Perito, Agente Policial
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário:
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

 

Fonte: Jornal dos concursos em 03/08

Scroll Up