A população em geral é bastante carente sobre conhecimentos, mesmo que básicos, acerca de finanças, sobretudo de finanças pessoais. Entender a melhor forma de gastar seus recursos financeiros, saber o que fazer para obter melhores ganhos nos investimentos financeiros (além da poupança), traçar um planejamento de médio e longo prazo são assuntos pouco tratados e discutidos em sociedade. Ainda predomina a ideia de que só é possível fazer investimentos com montantes significativos de recursos. Outro pensamento recorrente está ligado à ideia de que investir sempre envolve grandes ricos, praticamente impeditivos para que se invista em outras modalidades além da poupança. Pensando justamente a respeito desse cenário a Faculdade criou o Processus Finanças Pessoais. O objetivo é ajudar a sociedade a não só conhecer, mas utilizar o planejamento financeiro no seu dia a dia. Sendo assim, a partir da capacitação de nossos alunos, supervisionada por professores, será possível oferecer um serviço à comunidade a fim de diminuir os problemas financeiros ocasionados por falta de organização e/ou conhecimento de educação financeira. Vale ressaltar que os ganhos ocorrem para todas as partes. Os discentes ganham em conhecimento, aprimorando sua aprendizagem e a comunidade ganha por usufruir de uma prestação de serviço qualificada.   Quais são os primeiros passos para organizar a vida financeira:
  • Como realizar um diagnóstico financeiro? Ou seja, o primeiro passo envolve ter conhecimento sobre todos os gastos realizados mensalmente. Desde os mais simples, corriqueiros e considerados insignificantes financeiramente, até os que têm maior peso na renda familiar. Além disso, elencar todas suas fontes de receitas.
  • Como reduzir gastos desnecessários? Uma vez de conhecimento de todos os gastos realizados, identificar quais podem ser reduzidos ou até eliminados do orçamento familiar. Montar um projeto de vida a curto, médio e/ou longo prazo. Determinar quais os principais objetivos a serem alcançados e qual o montante de recursos necessários para sua realização. Podem ser almejados, a quitação ou a troca de carro; geração de recursos para despesas emergenciais; realização de uma viagem; aquisição da casa própria ou quitação do financiamento imobiliário, dentre outros.
  • Poupar para realizar sonhos. De posse de um projeto de vida, é possível poupar também para realizar sonhos. Pode envolver investimentos pensando na aposentadoria para uma vida confortável; uma viagem internacional, ou qualquer outro desejo existente nos integrantes da família.
  • A organização das receitas, gastos e um projeto de vida são fundamentais para que as pessoas em geral mantenham seu orçamento familiar equilibrado. Os principais erros que as famílias normalmente cometem envolvem o desconhecimento sobre seus gastos e, muitas vezes, o medo em enfrenta-los, postergando sua organização. Neste sentido, o projeto visa contribuir para que tais erros sejam corrigidos e evitados no futuro.
  Para que este objetivo seja alcançado os alunos irão trabalhar junto aos cidadãos, diferentes metodologias para auxiliar no controle orçamentário. Os atendimentos serão continuados, isto é, os alunos irão acompanhar por tempo determinado cada cidadão, com o objetivo de avaliar sua adequação ao planejamento financeiro traçado. Além disso, serão produzidos materias educativos, bem como vídeos com diversas instruções.   O projeto conta com a coordenação do professor Tiago Borges.   Canal de comunicação para que você possa tirar dúvidas e agendar atendimentos presenciais: [email protected]
css.php